Casamentos

O Matrimônio é o amor. Ninguém consegue viver sem a presença e a amizade de outras pessoas. Ninguém está sozinho. No casamento, essa amizade é repartida entre o marido e a mulher: é repartida entre o casal e os filhos, e com a comunidade onde vivem. O mais difícil do amor é permanecer firme nele. Só Deus mesmo é capaz de ser, sem defeito, fiel e amoroso. Quando o casal é fiel no amor, é um grande sinal de Deus. Deus está presente no amor do casal. Quem acredita nisso pode casar na Igreja."A aliança matrimonial, pela qual o homem e a mulher constituem entre si uma comunhão da vida toda, é ordenada por sua índole natural ao bem dos cônjuges e à geração e educação da prole, e foi elevada, entre os batizados, à dignidade de sacramento por Cristo Senhor." 

Deus nos fez para a felicidade, não nascemos para viver sozinho, mas sim com uma companhia. O Pai quando criou o homem, deu à ele uma companhia: Eva. Deus também acrescentou: "Por isso o homem deixa o seu pai e sua mãe para se unir à sua mulher; e já não são mais que uma só carne" (Gn 2, 24).

Esse ato de se juntar com o sexo oposto para juntos viverem em uma só carne é o próprio Sacramento do Matrimônio. Este é um Sacramento de Serviço (junto com a Ordem), através dele nos unimos ao sexo oposto para juntos construirmos uma família. O Matrimônio é uma doação total ao outro e à Deus, somos chamados a construir uma família cristã, com pensamentos retos e morais.
Hoje, o Maligno vem se apoderando deste Sacramento como se fosse algo qualquer, ele usa do casal como forma de destruir, eliminar, desconcertar o convívio familiar. São muitos os casamentos feitos na Igreja Católica que possui objetivos contrários a conduta cristã, ou seja, muitos são os casais que vão para o altar com desejos carnais e com o seguinte pensamento: "Se não der certo, nos separamos".
Muitos falam como é difícil aceitar o Sacramento da Ordem, ou seja, pensam que ser sacerdote é uma grande dificuldade nos dias de hoje. Só que tanto a Ordem como o Matrimônio são Sacramentos de Serviço, que necessitam da doação total dos que receberam o Sacramento. A missão do sacerdote é direcionar o povo ao caminho de Deus. A missão do casal é direcionar a família ao caminho da Santidade e do Amor Fraterno. Não podemos deixar de lembrar que é através do Sacramento do Matrimônio que nasce as vocações sacerdotais, vindas da educação que os familiares deram ao vocacionado. Podemos chegar então à conclusão que o Sacramento do Matrimônio é uma vocação, devemos estar preparados para direcionar e educar filhos e Filhos de Deus no caminho da Santidade.
A grande prova da falta de preparo de muitos casais nos dias de hoje, são os inúmeros casamentos que não dão certo. O divórcio é força do mal, foi criado para separar a união que Deus criou entre dois de seus Filhos.

Podemos então chegar a conclusão que o Sacramento do Matrimônio é uma das grandes obras divinas, que foi criado para o Amor Familiar. A Família é o grande investimento que Deus criou, é através dela que se educa cidadãos retos procurando a imitação de Cristo Jesus.
http://www.auxiliadora.org.br/sacramentos/matrimônio.htm


REALIZAÇÃO DE CASAMENTOS

1. INFORMAÇÕES GERAIS:
Preferencialmente, cada casal deve realizar sua Cerimônia de Casamento na Paróquia onde reside para fazer parte da comunidade local de onde mora. Porém, compreendemos a vontade dos que desejam realizar o seu Casamento ou de algum parente no Santuário do Bom Jesus da Lapa.
Para que isso aconteça satisfatoriamente, é necessário cumprir algumas exigências:

  • Entrar em contato com a Secretaria do Santuário;
  • Agendar dia e hora com antecedência;
  • A documentação para o casamento deverá ser providenciada, na paróquia onde o noivo ou a noiva residem;
  • A documentação deve ser entregue até um mês antes do dia do Casamento;
  • Para casar no Santuário precisa-se transferência da Paróquia do noivo ou da noiva ou do casal (casados civilmente ou união livre).

2. DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA PARA O PROCESSO:

  • Carteira de Identidade;
  • Certidão de Casamento (para os casados civilmente);
  • Certidão de batismo atualizada, isto é, tirada nos últimos 6 (seis) meses.
  • Certificado de Curso de Noivos: o curso pode ser feito em qualquer Paróquia.
  • Para os menores de 18 anos de idade será necessário o consentimento, por escrito, dos pais ou responsáveis. Nesse caso, os pais ou responsáveis deverão acompanhar o menor, munidos de seus respectivos documentos.

Obs.: para os maiores detalhes, consulte a Paróquia onde será preparado o processo.

3. Normas:
Devido aos constantes e prolongados atrasos dos noivos para o inicio da Celebração Sacramental, mesmo com hora marcada e jurando que não vão atrasar, fica determinado o seguinte:

  • A Taxa de Casamento no Santuário segue o mesmo valor de toda a Diocese de Bom Jesus da Lapa. Caso tenha filmagem, será cobrada a taxa de iluminação (ver os valores na Secretaria);
  • No ato do pagamento das taxas, será cobrada a TAXA CAUÇÃO, referente ao atraso, no mesmo valor do casamento. Sendo que a tolerância será de quinze (15) minutos ou se não houver alguma impossibilidade agravante (justificada). Se não houver atraso, a taxa será devolvida em seguida;
  • Os horários indicados para a Cerimônia no Santuário são: 10:00h, 16:00hs ou 17:00h. Não haverá cerimonia à noite.

4. Normas para músicas de casamento:
De acordo com as normas da Igreja, sendo o matrimônio uma cerimônia religiosa, só serão permitidas músicas de caráter sacro ou erudito. Não são permitidas, portanto, músicas de danças, melodias de filmes (a não ser que sejam enxertos de músicas eruditas já conhecidas), composições de festivais, canções populares, tipo "Carinhoso", "Fascinação", etc.
A música deve silenciar nas orações, leituras e durante o Rito Sacramental. É recomendável que se entre em contato com o celebrante antes da cerimônia.